Written by Roger Erra, Marketing Manager, eZ Systems


É semana de SEO aqui na eZ, por isso escolhemos um tópico SEO que alguns de voçês não estarão a par: benefícios do design responsivo no SEO e os rankings SERP de um site.

Para aqueles que não estão familiarizados com a expressão "design responsivo", ela consiste na reformatação de imagens e texto num site, tornando-os fácilmente acessíveis e visualizáveis em diferentes dispositivos - independentemente do tamanho do écran. Isso dá-lhe a melhor experiência de utilizador possível, quer esteja a utilizar um laptop, o novo iPhone 6, ou um tablet Samsung Galaxy.

Os sites "amigos" de dispositivos móveis começáram a dar nas vistas nos últimos 4 anos, e essa tendência vai-se acentuar no futuro. De facto, o ano passado foi considerado por alguns como "O Ano do Design Responsivo", e essa previsão pode mesmo ter estado certa. Hoje, mais de 36 por cento dos sites são concebidos para serem usados ​​em dispositivos móveis, sendo 15 por cento "completamente responsivos", de acordo com a Restive Labs. Embora isso possa não soar como uma percentagem elevada, com o crescimento de utilizadores de smartphones e tablets, o design responsivo vai inevitávelmente crescer nos últimos anos.

Porquê essa enorme viragem em direcção ao responsive design? Bom, existem algumas razões de fundo, uma delas sendo o SEO.

A Google Favorece o Disign Responsivo

É verdade, a Google favorece sites que usam design responsivo - e quem somos nós para contradizer a Google?

Com o lançamento do algoritmo Hummingbird no ano passado, a Google idealizou um novo sistema de ranking móvel que favorece sites "mobile-friendly", tornando prácticamente necessário investir em design responsivo.

A Google tem preferência por design responsivo por várias razões. Uma delas é a sua capacidade de utilizar um único URL para um site, o que facilita a ligação e partilha de conteúdos com outros sites. Um único URL também beneficia a rapidez de um site, dado que não é preciso re-direccionamento. Isso favorece utilizadores móveis, que podem não ter a melhor das ligações.

A sua última razão é de que um design responsivo torna mais fácil à Google restrear e indexar sites, em vez de restrear site optimizados para dispositivos móveis, que usam URLs individuais para o desktop, tablet e telemóveis, o que causa re-direccionamento de URLs.

O que nos leva à próxima razão pela qual o design responsivo benificia o SEO.

Nota: Uma terceira abordagem que pode ser usada é a entrega de conteúdos adaptativos, que é baseada na detecção do dispositivos dinâmicos. Isso traz resultados semelhantes usando a mesma URL, como websites responsivos. A desvantagem é a implementação é bastante complexo e vem com o risco de servir conteúdo diferente, que nem sempre é bom, portanto, nem sempre recomendado. Isso produz resultados semelhantes aos de usar um URL único, tal como no design responsivo. A desvantagem é de que a implementação é bastante complexa, e acarreta o risco de servir conteúdo diferente, que nem sempre é bom, e portanto, nem sempre recomendado.

Design Reponsivo Evita a Duplicação de Conteúdos

Como foi mencionado antes, ao contrário de sites otimizados para despositivos móveis que usam URLs separados para versões desktop e telemóvel, o sites responsivos têm a vantagem de evitar a duplicação de conteúdos. Isso vai evitar que os crawlers da Google sejam induzidos em erro e penalizem sites por duplicação de conteúdos.

Os Utilizadores Querem Uma Experiência Móvel de Fácil Utilização

Com o tráfego móvel a suplantar o tráfego apartir de PCs já este ano, os consumidores estão à espera de uma melhor experiência móvel a partir dos sites que visitam. De acordo com dados do Google, 61 por cento dos visitantes voltarão à pesquisa do Google, se um site não for "mobile-friendly". Para além disso, 71 por cento dos utilizadores móveis desistirão e irão para outros sites se uma página levar mais de 5 segundos a carregar.

 

Se o tráfego para os seus concorrentes não o encorajam o suficiente para considerar um site com design responsivo, essas estatísticas também poderão prejudicar a sua classificação SERP. Para cada visitante que sai imediatamente de um site, a taxa de rejeição para esse site irá aumentar. Foi observado que os rankings de pesquisa móvel estão correlacionados a sua taxa de rejeição. Por outras palavras, se o seu site não funciona bem em dispositivos móveis, poderá ser penalizado e o seu ranking poderá cair em pesquisas móveis. Nota: Ainda está a ser debatido se e como a Google saberá sobre a sua taxa de rejeição.

O design responsivo resolve ambos os problemas ao permitir simultâneamente uma experiência de utilizador rápida e fácil de usar, que os utilizadores irão certamente apreciar.

Conclusão

O ano passado poderá ter sido o ano do design responsivo, mas 2014 é o ano em que precisará de encarar os dispositivos móveis como uma prioridade. O design responsivo é apenas uma das várias opções em cima da mesa, mas de momento é a mais popular e a que mais se adequa à maioria dos casos.

Quanto aos restante 64 por cento dos sites que não estão prontos para dispositivos móveis, em breve poderão ver o seu ranking SERP diminuir. Estamos na era dos dispositivos móveis, por isso junta-te aos bons e adapta-te!

Load Comments
loading...